26 de março de 2010

Sofismas Missiologicos

Vivemos em uma época na qual a igreja vive relativa confusão missiológica, trabalhos missionários em áreas especificas tem crescido com objetivos destorcidos e a meu ver equivocados. Muito se fala da janela 10/40 que atualmente é chamada de 10/60 e de povos de crença Mulçumana, também se fala muito do trabalho com as tribos urbanas e suas diversas ramificações, porem muito pouco é feito de fato em um mundo no qual existem 12.000 povos espalhados pelos 225 países reconhecidos pela ONU.

Eu fico pensando em alguns sofismas que são criados dentro da igreja mais especificamente em sua estrutura funcional, são conceitos que nem foram criados de propósito, mais que de certa maneira impregno de forma religiosa como verdade absoluta na estrutura de algumas delas.

Missões com certeza é a área que mais sofre com sofismas seguidos pelo Evangelismo e pela Oração e intercessão. São mentiras revestidas de verdade que impedem o crescimento intelectual e espiritual das pessoas que querem trabalhar de forma plena no reino de Deus.

O objetivo deste texto é despertar as pessoas a refletir sobre o que é na essência missões, qual o papel a ser desempenhado, e principalmente tentar acabar com estes sofismas que foram criados em torno do “ministério de missões” e também trazer animo e encorajar aqueles que querem fazer parte dessa grande aventura que é a loucura da pregação. (1 coríntios 1:21)

Tive o cuidado de numerar alguns destes sofismas que tem postergado muito o trabalho missiologico e evangelístico de nossas Igrejas, segue ai alguns dos quais eu me lembrei.

1º Missões e evangelismo são ministérios distintos.

De forma alguma, esse talvez seja o grande equivoco quando se fala em missões dentro das igrejas, os lideres atuais fazem uma espécie de separação ministerial nas igrejas que é no mínimo ilógica. Pessoas que tem menos de 25 anos devem estar envolvidas com evangelismo, pessoas entre 25 anos e 50 “casados ou com voto celibatário” devem se envolver em missões e trabalhos na área do cuidado da igreja “diaconia” e pessoas com mais de 50 anos devem se envolver no ministério de oração e intercessão.

A questão central é, qual é a diferença entre as três atividades? A resposta é nenhuma. Nós podemos e devemos apoiar as missões através de nossas orações independente da idade, e não se pode afirmar e nem atribuir de forma categórica ações distintas entre evangelismo e missões, pois é na essência a mesma coisa, o objetivo final de ambas as nomenclaturas é cumprir a grande comissão ordenada por Jesus Cristo “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” (Marcos 16:15)

2º Missões transculturais e missões urbanas são trabalhos distintos.

O termo Missões urbanas ao contrario do que a maior parte das pessoas pensa não veio por intermédio do trabalho com as tribos urbanas, mais sim por causa do contexto urbano em que vivemos nos dias de hoje. Não podemos mais separar as duas nomenclaturas, vivemos em um mundo que é pós moderno e globalizado.

Por exemplo, se irmos a Jacarta capital da Indonésia que é atualmente a maior nação mulçumana do mundo você irá primeiro se deparar com uma metrópole de 18 milhões de habitantes cercada por prédios modernos e shoppings descomunais repleto de jovens de cabelos cumprido que são fãs de bandas de heavy metal, Punk rock, Hip-hop e musica pop estadunidense. Uma realidade bem distante do que as nossas mentes processam a respeito de uma nação mulçumana.

Outro bom exemplo é o fato de que em uma mesma cidade já podemos encontrar tribos urbanas com uma musica especifica, uma literatura especifica, uma moda especifica e sobre tudo com uma linguagem especifica.

Há ainda exemplos de cidades cosmopolitas como Londres e Nova York que abrigam uma população imigrante que chega a centenas de milhares de pessoas, são verdadeiras nações com suas culturas e crenças cravadas no coração das duas metrópoles mais importantes do mundo ocidental “Cristão”

3º Para fazer missões tem que renunciar estudo e profissão.

Com certeza a casos e que Deus realmente pede a pessoa para que ela renuncie áreas de sua vida que talvez a impeça de fazer a vontade de Deus, porém cresce a idéia de que é extremamente eficaz e ao mesmo tempo pratico fazer missões tendo como ferramenta de trabalho a própria profissão. É indispensável hoje o estudo e a formação profissional de um missionário que de fato pretende gastar a vida em alguma nação.

Por exemplo, há nações como a china e a índia em que a uma grande demanda por profissionais nas áreas da engenharia civil e mecatrônica, outros países como os da África central necessita de profissionais da área Medica e odontológica, a Nações que precisa de profissionais na área da educação.

A formação profissional de um missionário se torna um passaporte com permissão irrestrita para países cujo cristianismo e reprimido, além de proporcionar ao missionário uma renda na qual o permite viver com tranqüilidade o auxiliando em todas as necessidades do dia a dia.

Profissionais na área das relações internacionais e na área esportiva também têm ganhado força e tem sido um grande instrumento de evangelismo em terras estrangeiras.

4º Para ser missionário tem que ter voto de pobreza.

Na verdade este sofisma é em parte respondido pelo texto que vimos a respeito de estudo e profissão.

O voto de pobreza é bem aceito pela igreja romana e teve seu inicio no ano de 312 DC com um homem chamado antão considerado o fundador da primeira comunidade monástica da história, com tudo a idéia de que o missionário deve ser aquele sujeito condenado à morte, a fome e a miséria de alguma forma penetraram na mente de alguns missionários protestantes.

Essa percepção apesar de ser trágica, é romântica, e missões na sua pratica não tem nada de romantismo e sim de vida real. Vão ter aqueles que realmente vão pagar com a vida a atitude de pregar a salvação de cristo, porém a maior parte dos missionários em serviço irá desfrutar de uma vida totalmente normal de acordo com a cultura onde ele estará inserido, caso a dificuldade o alcance por falta de oferta, por exemplo, nada o impede de trabalhar nessa terra, dessa forma ele poderá sustentar o chamado que o próprio Deus colocou em seu coração.

5º Só e possível fazer missões se você sair do seu país e cultura.

A um grande equivoco quando se faz esse tipo de afirmação, missões é também sair do seu país e de sua cultura, porém evangelizar a sua família, o seu visinho, sua rua, seu bairro, sua cidade e o seu país são com certeza missões em sua pura essência.

Bom esse foi alguns dos sofismas que eu me lembrei no momento, sei que tem muito mais e em breve estarei escrevendo mais sobre o assunto, pois de fato precisamos de homens e mulheres que tem uma vida reta diante do trabalho da proclamação do evangelho. Precisamos ser pessoas esclarecidas, politizadas, centradas e sobre tudo informadas a respeito do mundo em que vivemos.

5 comentários:

Adamo Rubens Pereira disse...

E aí Gustavão?? na Paz?? Olha muito jóia teu texto sobre sofismas, confeço que alguns deles eu tb os tinha, e estes esclarecimentos foram jóia para minha vida e ministério!!!

Valeu gusóide!!! Viva ás missões!!!

Com Deus fiiiiii te esperamos !!!!

Abração amigo!!!! saudades

Adamo - Manifesto Ponta Porã - MS

Crislaine disse...

Olá graça e paz!

Fico feliz em ver mais um blog cristão, espalhando a palavra
de Deus, estou passando para te visitar, e dizer que seu blog
está sendo uma bênção em nossa blogosfera cristã, já estou te
seguindo.

Faça-me uma visitinha e aproveite para participar do
Sorteio do livro: TEMPERAMENTOS TRANSFORMADOS POR TIM LAHAYE

Crislaine

Abraços

Héber disse...

Boa Gustavo... O maior problema que vejo nessas confusões é qe não são abertamente declaradas, mas estão inculcadas na cabeça da igreja.

Josiel Dias disse...

Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

“Mensagem Edificante para Alma”
http://josiel-dias.blogspot.com/


Josiel Dias
Cons. Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

can_dio disse...

E ai Gustavo Manifestomissoes blz, primeiramente vc tem que se informar melhor do que vc coloca no youtube.A banda Brave de Itu, nunca foi banda cristã kkkkkk.Vou te ajudar a entender melhor a história da banda te passando o nosso myspace www.myspace.com/bravepowermetal assim vc não passa informações erradas aos internautas.Não que isso nos prejudique,pelo contrario respeitamos as bandas cristas e vc no seu leigo entendimento acabou nos divulgando.Assim que vc visitar o nosso myspace peço lhe que pode deixar o video mas retire que somos banda cristã e sim BRUTAL POWER METAL.(Ah!! mais uma coisinha, O EX vocalista era white metal na sua vida pessoal e não a banda e isso foi a 6 anos atrás ok?)E como sou integrante da banda nada mais do que justo te passar a informação correta certo?Tiras os videos cara!! Att Jica (guitarrista do Brave)