14 de setembro de 2010

Seminário de Missões em Araguari - MG

Reliese seminário de Missões

No ultimo dia 11 de setembro estive na cidade de Araguari - MG para falar de missões em um congresso realizado na cidade pelas igrejas Sal da Terra e Missão Vide.

Poucas pessoas foram ao seminário e na minha sincera opinião isso demonstra o quanto o assunto é desinteressante para grande parte dos frequentadores de culto.

Mesmo assim tratei de expor alguns sofismas no que se diz respeito a missões (ver o poste Sofismas Missiologicos) e de alguma forma despertar uma consciência mais realista e menos romântica de missões.

Foi um tempo muito bom também com os poucos irmãos que ali estiveram e deu pra sentir que pelo menos esses estão cientes do grande trabalho que temos pela frente.

Que Deus os Abençoe.



Eu em Araguari - MG

Ministrando o Seminário

10 de setembro de 2010

DCPI em Morrinhos - GO


Flayer DCPI de Morrinhos - GO


Entre os dias 25 a 29 de Agosto estivemos com os nossos amigo e irmãos da Igreja Sal da Terra de Morrinhos - GO para ministrar o curso da DCPI (Dynamic Church Planting International).

16 Pessoas participaram do curso que foi ministrado por mim e pelo pastor Marcelo Celes.

Dos 16 alunos 5 foram selecionados para se tornarem professores da DCPI que tem como objetivo claro a plantação de igrejas que sejam relevantes onde elas estiverem inseridas.

Foi um tempo intenso de muita aprendizagem, desafios e conhecimento, um tempo onde Deus falou forte ao coração de cada irmão que estava presente no culto e que entendeu o privilegio de ser chamado para plantar igrejas ou pelo menos ser um cooperador em um ministério que plante igrejas.

Se alguém quiser saber mais sobre o curso pode entrar em contato pelo e-mail secretaria@plantadoresdeigrejas.org e marcar o curso ai na sua Cidade.

Um grande abraço para todos os nossos irmãos da cidade de Morrinhos, Que Deus os Abençoe.




Formandos da DCPI em Morrinhos - GO


24 de agosto de 2010

Guia turístico brasileiro é detido no Egito

Um guia turístico brasileiro está detido no Cairo, capital do Egito, sob a acusação de promover atividades religiosas, o que é proibido pelas leis locais.

Segundo a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, o homem, que vive no Egito, foi detido com outras duas brasileiras, que já foram liberadas.

A namorada do brasileiro, que vive no Maranhão, disse ao Jornal Hoje (veja reportagem no vídeo a baixo) que ele ia visitar as pirâmides e foi detido por policiais que encontraram as bíblias e folhetos evangélicos no carro em que ele viajava.

De acordo com o Itamaraty, a embaixada do Brasil no Egito está tomando providências para que o brasileiro seja liberado


video

Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/08/guia-turistico-brasileiro-e-detido-no-egito.html

Seminário de Evangelismo em Rio Verde - GO

Flayer do Seminário


No último dia 14 de Agosto estive na cidade de Rio Verde, que fica ao sul do estado de Goiás, ministrando o seminário de evangelismo e missões urbanas e também expondo do Tribal Generation.
Foi um tempo maravilhoso onde cerca de 40 irmãos de diversos ministérios participaram conosco, não somente do seminário, mas também da parte prática, que foi um evangelismo feito tanto em um semáforo da cidade como também em uma feira no Domingo pela manha.

Foi um tempo de aprendizagem e porque não dizer revolucionário pois conseguimos juntar pessoas de vários ministérios, fato considerado raro segundo os própios irmãos ali reunidos.

Esse seminário foi importante para marcar um novo tempo nas intervenções evangelísticas da cidade de Rio Verde.

Orem pelos nossos Irmãos!


Equipe que participou do Evangelismo

Visita ao Milícia e ao Avalanche em Vitória.

Galera do Milícia

Mais uma vez Deus nos deu o privilégio de estarmos reunidos com os nossos irmãos das cidades de Vitória e de Serra, ambas no estado do Espirito Santo, entre os dias 22 e 30 de Junho.

Nos dias 23,24 e 25 de Junho tivemos a oportunidade de ministrar na escola de missões urbanas Avalanche, onde a matéria lecionada foi sobre vida missionária. Compartilhamos um pouco da nossa experiência com missões na America Latina e também o que Deus tem feito nestes dias através de missões na nova geração.

Em seguida fomos para a cidade de Serra que fica na região metropolitana de Vitória, onde está localizada a igreja Milícia Missões Urbanas que tem trabalhado há 11 anos com missões urbanas e mais especificamente com o Underground.

No dia 26 de Junho, o Milícia fez um evangelismo na praça dos namorados, que fica em uma praia bastante movimentada na capital capixaba. Foi um tempo muito legal onde várias pessoas ouviram a palávra através das artes circenses. No Domingo tivemos o privilegio de compartilhar a palavra no culto que estava realmente cheio.

Neste tempo em que eu, Gustavo, estive em Vitória também reunimos com os líderes, compartilhamos os desafios e tmbém nos animamos com o que Deus tem feito, traçamos algumas metas e fizemos planos! Enfim, foi um tempo de muito refrigério para os irmãos de Vitória que nessa visita sentiram amparados por Deus.

Em Novembro teremos em Vitória um seminário de artes e também o Aniversário de 11 anos da Comunidade Milícia missões Urbanas e seria realmente importante cobrir estes dois eventos com as nossas orações.

Que Deus abenções a todos!

11 de agosto de 2010

Oito médicos estrangeiros são mortos no Afeganistão

Local do atentado


CABUL (Reuters) - Oito médicos estrangeiros, incluindo seis norte-americanos, foram mortos por um homem-bomba no nordeste do Afeganistão, disseram autoridades neste sábado. O Talibã assumiu a responsabilidade pelo atentado.

Os profissionais faziam parte de um grupo religioso de ajuda humanitária.
Ao assumir a autoria, o Talibã afirmou que os médicos estavam pregando o cristianismo.

Zabihullah Mujahid, um porta-voz do Talibã, contou à Reuters, de um local não identificado, que o grupo encontrou bíblias traduzidas para o Dari junto aos médicos estrangeiros.

O nível de violência no Afeganistão é o maior desde 2001, quando os Estados Unidos e grupos armados do país expulsaram os talibãs em 2001. No meio do fogo cruzado, centenas de civis também já morreram este ano.

Fonte: O Globo http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2010/08/07/oito-medicos-estrangeiros-sao-mortos-no-afeganistao-917343567.asp

Enquanto alguns ficam brigando por coisas vans e por púlpitos ardo nado de luxo e hipocrisia, outros seguem entregando as suas vidas pela causa do evangelho e por amor as pessoas!

São verdadeiros heróis que nos animam a caminhar firme com o Senhor e a ter esperança de que ainda existe nobreza em nossas igrejas!

A obra de Deus não Para!


29 de junho de 2010

Convite EPI extensivo - terceira turma‏

Caro colega,

É um imenso prazer compartilhar com você que a Escola de Plantadores de Igrejas iniciou no mês de Julho de 2009 em pareceria com a igreja Sala da Terra o Curso Extensivo de Plantadores de Igrejas.

Esse curso tem como objetivo treinar, capacitar, e ser um centro de reflexão integral, oferecendo ferramentas práticas àqueles que desejam apoiar ou plantar uma igreja, ao mesmo tempo em que o aluno adquire conhecimentos culturais, eclesiásticos, e princípios que transformam o caráter e que geram um compromisso ativo para a frutificação ministerial.

O Curso Extensivo é um curso prático, os alunos participam nas diferentes áreas da Igreja Sal da Terra: Treinamentos de líderes, evangelismo, discipulado, plantação de Igrejas, música, adolescentes, ação social entre outros, segundo o dom que recebeu do Senhor. Eles também participam de atividades e conferências realizadas pela igreja retornando a sua localidade trabalhando em plantação de igrejas e/ou apoio a igreja que o enviou.

Os alunos são hospedados em uma casa que recebeu o nome de “Casa Missionária” e nesta casa vivem tanto os alunos que vem de diferentes cidades do Brasil como os estrangeiros e graças a essa comunhão de diversidade, é onde os alunos aprendem mais, porque trabalha muito o respeito e as diferenças conhecendo os limites. A manutenção da casa é realizada pelos alunos porque assim aprendem a ser independentes.

A Escola trabalha arduamente para que os alunos sejam sanados e aperfeiçoados para que quando voltarem a sua cidade e país voltem como líderes de igrejas que sejam a diferença na atual sociedade, dando valor a unidade, porque sem a unidade entre nós, o mundo não conhecerá a mensagem do evangelho, que diz que Cristo foi enviado pelo Pai, para que todo aquele que Nele crer tenha vida eterna.

O curso tem duração de 6 meses é presencial e ministrado na cidade de Uberlândia – Minas Gerais. São ministrados 22 módulos durante esses 6 meses. Cada módulo tem 8 horas de duração. Todas as aulas serão ministradas por professores com ampla experiência no processo de plantação e crescimento de igrejas.

As mensalidades são 6 parcelas de R$ 470,00 por aluno, já incluído material didático (apostilas) pertinente a cada matéria ministrada, hospedagem (Casa Missionária) e alimentação (café da manhã, almoço e jantar).

As aulas iniciam dia 21 de julho e vão até 20 de dezembro, para matricular-se tem que preencher o formulário e enviá-lo pelo correio e pela internet juntamente com uma carta de autorização da liderança da igreja em que é membro.

Este é um curso para aqueles que querem fazer diferença na sua geração propagando o evangelho e trabalhando na edificação e expansão do Reino.

Por isso o convidamos aproveitar esta oportunidade. O curso é aberto a todas as igrejas e denominações. Para maiores informações, entre em contato com a secretaria da Escola pelo telefone: (34) 3215-8108, ou através do e-mail: secretaria@plantadoresdeigrejas.org.

Também pode visitar nossa pagina web www.plantadoresdeigrejas.org/extensivo aí poderá encontrar maiores informes sobre a Escola.

Conteúdo Programático:

1. Aconselhamento

2. Contra-Cultura

3. Cultura Emergente

4. Eclesiologia (Vida da Igreja)

5. Evangelismo (Missões Urbanas)

6. Formação de Líderes

7. História da Igreja

8. Interpretação e Comunicação Bíblica

9. Metodologia de Plantação de Igrejas

10. Música

11. Oração Estratégica

12. Planejamento Estratégico

13. Teologia do Novo Testamento

14. Teologia Integral

15. Caráter Cristão

16. Capelania

17. Sexualidade

18. Tecer Setor

19. Adoração

20. Vida Missionária

21. Antropologia Urbana

22. Seitas e religiões

23. Português (para alunos estrangeiros)

24. Espanhol (para alunos Brasileiros)



Folder EPI

26 de março de 2010

Sofismas Missiologicos

Vivemos em uma época na qual a igreja vive relativa confusão missiológica, trabalhos missionários em áreas especificas tem crescido com objetivos destorcidos e a meu ver equivocados. Muito se fala da janela 10/40 que atualmente é chamada de 10/60 e de povos de crença Mulçumana, também se fala muito do trabalho com as tribos urbanas e suas diversas ramificações, porem muito pouco é feito de fato em um mundo no qual existem 12.000 povos espalhados pelos 225 países reconhecidos pela ONU.

Eu fico pensando em alguns sofismas que são criados dentro da igreja mais especificamente em sua estrutura funcional, são conceitos que nem foram criados de propósito, mais que de certa maneira impregno de forma religiosa como verdade absoluta na estrutura de algumas delas.

Missões com certeza é a área que mais sofre com sofismas seguidos pelo Evangelismo e pela Oração e intercessão. São mentiras revestidas de verdade que impedem o crescimento intelectual e espiritual das pessoas que querem trabalhar de forma plena no reino de Deus.

O objetivo deste texto é despertar as pessoas a refletir sobre o que é na essência missões, qual o papel a ser desempenhado, e principalmente tentar acabar com estes sofismas que foram criados em torno do “ministério de missões” e também trazer animo e encorajar aqueles que querem fazer parte dessa grande aventura que é a loucura da pregação. (1 coríntios 1:21)

Tive o cuidado de numerar alguns destes sofismas que tem postergado muito o trabalho missiologico e evangelístico de nossas Igrejas, segue ai alguns dos quais eu me lembrei.

1º Missões e evangelismo são ministérios distintos.

De forma alguma, esse talvez seja o grande equivoco quando se fala em missões dentro das igrejas, os lideres atuais fazem uma espécie de separação ministerial nas igrejas que é no mínimo ilógica. Pessoas que tem menos de 25 anos devem estar envolvidas com evangelismo, pessoas entre 25 anos e 50 “casados ou com voto celibatário” devem se envolver em missões e trabalhos na área do cuidado da igreja “diaconia” e pessoas com mais de 50 anos devem se envolver no ministério de oração e intercessão.

A questão central é, qual é a diferença entre as três atividades? A resposta é nenhuma. Nós podemos e devemos apoiar as missões através de nossas orações independente da idade, e não se pode afirmar e nem atribuir de forma categórica ações distintas entre evangelismo e missões, pois é na essência a mesma coisa, o objetivo final de ambas as nomenclaturas é cumprir a grande comissão ordenada por Jesus Cristo “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” (Marcos 16:15)

2º Missões transculturais e missões urbanas são trabalhos distintos.

O termo Missões urbanas ao contrario do que a maior parte das pessoas pensa não veio por intermédio do trabalho com as tribos urbanas, mais sim por causa do contexto urbano em que vivemos nos dias de hoje. Não podemos mais separar as duas nomenclaturas, vivemos em um mundo que é pós moderno e globalizado.

Por exemplo, se irmos a Jacarta capital da Indonésia que é atualmente a maior nação mulçumana do mundo você irá primeiro se deparar com uma metrópole de 18 milhões de habitantes cercada por prédios modernos e shoppings descomunais repleto de jovens de cabelos cumprido que são fãs de bandas de heavy metal, Punk rock, Hip-hop e musica pop estadunidense. Uma realidade bem distante do que as nossas mentes processam a respeito de uma nação mulçumana.

Outro bom exemplo é o fato de que em uma mesma cidade já podemos encontrar tribos urbanas com uma musica especifica, uma literatura especifica, uma moda especifica e sobre tudo com uma linguagem especifica.

Há ainda exemplos de cidades cosmopolitas como Londres e Nova York que abrigam uma população imigrante que chega a centenas de milhares de pessoas, são verdadeiras nações com suas culturas e crenças cravadas no coração das duas metrópoles mais importantes do mundo ocidental “Cristão”

3º Para fazer missões tem que renunciar estudo e profissão.

Com certeza a casos e que Deus realmente pede a pessoa para que ela renuncie áreas de sua vida que talvez a impeça de fazer a vontade de Deus, porém cresce a idéia de que é extremamente eficaz e ao mesmo tempo pratico fazer missões tendo como ferramenta de trabalho a própria profissão. É indispensável hoje o estudo e a formação profissional de um missionário que de fato pretende gastar a vida em alguma nação.

Por exemplo, há nações como a china e a índia em que a uma grande demanda por profissionais nas áreas da engenharia civil e mecatrônica, outros países como os da África central necessita de profissionais da área Medica e odontológica, a Nações que precisa de profissionais na área da educação.

A formação profissional de um missionário se torna um passaporte com permissão irrestrita para países cujo cristianismo e reprimido, além de proporcionar ao missionário uma renda na qual o permite viver com tranqüilidade o auxiliando em todas as necessidades do dia a dia.

Profissionais na área das relações internacionais e na área esportiva também têm ganhado força e tem sido um grande instrumento de evangelismo em terras estrangeiras.

4º Para ser missionário tem que ter voto de pobreza.

Na verdade este sofisma é em parte respondido pelo texto que vimos a respeito de estudo e profissão.

O voto de pobreza é bem aceito pela igreja romana e teve seu inicio no ano de 312 DC com um homem chamado antão considerado o fundador da primeira comunidade monástica da história, com tudo a idéia de que o missionário deve ser aquele sujeito condenado à morte, a fome e a miséria de alguma forma penetraram na mente de alguns missionários protestantes.

Essa percepção apesar de ser trágica, é romântica, e missões na sua pratica não tem nada de romantismo e sim de vida real. Vão ter aqueles que realmente vão pagar com a vida a atitude de pregar a salvação de cristo, porém a maior parte dos missionários em serviço irá desfrutar de uma vida totalmente normal de acordo com a cultura onde ele estará inserido, caso a dificuldade o alcance por falta de oferta, por exemplo, nada o impede de trabalhar nessa terra, dessa forma ele poderá sustentar o chamado que o próprio Deus colocou em seu coração.

5º Só e possível fazer missões se você sair do seu país e cultura.

A um grande equivoco quando se faz esse tipo de afirmação, missões é também sair do seu país e de sua cultura, porém evangelizar a sua família, o seu visinho, sua rua, seu bairro, sua cidade e o seu país são com certeza missões em sua pura essência.

Bom esse foi alguns dos sofismas que eu me lembrei no momento, sei que tem muito mais e em breve estarei escrevendo mais sobre o assunto, pois de fato precisamos de homens e mulheres que tem uma vida reta diante do trabalho da proclamação do evangelho. Precisamos ser pessoas esclarecidas, politizadas, centradas e sobre tudo informadas a respeito do mundo em que vivemos.

19 de março de 2010

Testemunho de Carlos e Iris

2º Turma EPI Extensivo


Os alunos do exterior para ingressar ao Brasil e participar da Escola de Plantadores de Igrejas - Curso Extensivo, fazem com o visto de turista, este visto pode ser renovado somente uma única vez e pelo mesmo período de dias que foi dado ao ingressar no país, ou seja, se ao ingressar lhe dão 07, 15, 20 ou 90 dias de visto, a Polícia Federal somente renovará pelos mesmos 07, 15, 20 ou 90 dias que lhes foi dado ao ingressar no país.

Carlos e Iris são alunos da escola e para participar do Curso extensivo, realizaram varias atividades em seu país de origem “Peru” e buscaram pessoas que poderiam apoiá-los durante sua estadia na escola (6 meses).

Com o recurso que levantaram nas atividades eles puderam comprar somente as passagens de ida ao Brasil e viajaram por terra “uma viajem de 04 dias”. Ao ingressar no país o departamento de Imigração brasileira lhes deram somente 20 dias para poder ficar no país.

É aí que começa a nossa preocupação já que a escola tem duração de 160 dias. Então decidimos pagar a taxa de prolongação do visto por mais 20 dias e desta forma ganhar tempo para Carlos e Iris levantar algum recurso e assim poder sair do país e retornar novamente.

Antes de irmos a Polícia Federal para renovar os vistos de Carlos e Iris todos nós que vivemos na Casa Missionária oramos para que Deus pudesse intervir de uma maneira sobrenatural, Rafael (pastor e tutor da Casa Missionária) os acompanhou para que renovassem seus vistos. Ao chegar à Polícia Federal Rafael explicou ao atendente à situação de Carlos e Iris e explicou o que eles vieram fazer no Brasil, então perguntou se poderiam renovar os vistos por mais 90 dias, o atendente ficou observando e lhes falou que veria se havia alguma maneira de ajudá-los, então o atendente entrou e conversou com os seus superiores, ao sair grande foi a nossa surpresa quando o atendente falou que por esta vez eles estariam renovando por 90 dias os vistos, porem que depois teriam que sair do país e ingressar novamente.

Por que cremos que foi a mão de Deus? Porque em outras ocasiões que fomos renovar o visto de outros amigos estrangeiros por 90 dias, nos negaram o pedido alegando que não poderiam renovar por mais dias que lhes foi dado ao ingressar no país.

Pedimos a oração de todos os irmãos por cada um dos alunos da Escola para que Deus esteja suprindo todas as necessidades tanto física quanto espiritual.

Agradecemos a todos os que nos ajudam com este projeto que Deus colocou em nossos corações.



Carlos

Iris

11 de fevereiro de 2010

Missões no Haiti

Crianças Haitianas atendidas pela Jocum em Porto Principe - Haiti


Abaixo, testemunho de nosso casal de missionários, Igor e Jakelyne, diretamente de Porto Príncipe.

Para aqueles que desejam mais informações acessem o blog: http://beagablog.blogspot.com/


Queridos, estamos desde sábado aqui em Porto Principe em um acampamento organizado pela Jocum no prédio da policia haitiana, parte caída e parte com rachaduras, em frente o palácio do governo que caiu.

No pátio da policia estão montadas grandes tendas que cobrem parte dos donativos, serve de dormitório para alguns e parte da tenda funciona uma espécie de clinica improvisada, na verdade as tendas e o que sobrou do prédio da policia esta funcionando um grande hospital, e graças a Deus temos podido cooperar com nossos irmãos haitianos.

Estamos muito felizes, por muitas vezes nos pegamos comovidos com tudo o que temos vivenciado. A cidade caiu, os prédios que insistem em ficar em pe estão condenados, e muito comum ver pessoas fazendo suas necessidades básicas nas ruas, elas não tem mais suas casas. O grande hospital improvisado, acredito que único, funciona como o hospital de urgências de Goiânia em tempos de carnaval.

Temos servido na limpeza, na montagem dos pacotes de doações, na organização dos medicamentos, e nossa equipe pode fazer um parto, uma amputação e uma serie de outros
atendimentos a ferimentos de leves a graves.

Hoje a tarde pudemos jogar bola com as crianças e orar com elas. Temos tido uma oportunidade fantástica em testemunhar com nossa vida a Vida daquele que um dia morreu por nos.

Tivemos ontem a noite uma experiência incrível. Bem tarde da noite uma multidão de haitianos vieram correndo em direção ao prédio da policia, uns 3 ou 4mil cantando um hino em crioulo, como estamos acampados na lage do prédio pudemos ver tudo, e no primeiro momento pensei ser alguma manifestação ofensiva, mas logo em seguida nos informaram que era um hino de louvor e entrega do povo haitiano ao Senhor, aleluia!

Louve ao Senhor pelo que ele ira fazer nesse pais, que ele lance seus
fundamentos! Eis nos aqui, envia-nos a nos

Igor e Jak


Trabalho dos Missionários da Jocum em Porto Príncipe - Haiti